Blog Messer

Quais são as diferenças entre os processos MIG/MAG e TIG? Descubra aqui!

Quais são as diferenças entre os processos MIG/MAG e TIG? Descubra aqui!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

MIG/MAG e TIG são dois processos de soldagem ao arco elétrico largamente utilizados pelo segmento metal mecânico.

Neste artigo, você vai descobrir quais fatores devem ser considerados na hora de escolher entre a soldagem MIG/MAG ou TIG e conhecer um pouco mais sobre cada uma delas.

O que é o processo de soldagem MIG/MAG?

O processo de soldagem MIG/MAG é a união ao arco elétrico que utiliza um gás de proteção entre a peça e o arame, que chamamos de consumível. Uma de suas principais características é a flexibilidade, pois permite soldar aços ao carbono, baixa liga, inoxidáveis, ligas de níquel, além de ligas de Cobre e Alumínio.

Esse processo também é conhecido pela sigla GMAW (Gas Metal Arc Welding), que é uma definição da Sociedade Americana de Soldagem (AWS).

O processo MIG (Metal Inert Gás) utiliza na proteção do arco elétrico misturas/gases inertes, como por exemplo: Argônio, Hélio ou misturas entres eles.

Já no processo MAG (Metal Active Gás), temos a presença também de gases ativos (Dióxido de Carbono e Oxigênio), com baixa reatividade (Nitrogênio) e redutores (Hidrogênio).

Esses novos componentes normalmente são misturados ao Argônio e ao Hélio. O CO2 é o único que pode ser utilizado 100% na união de aços ao Carbono.

Estes são alguns benefícios dos processo MIG/MAG (GMAW):

  • pode ser utilizados em todas as posições de soldagem
  • Não existe a produção de escórias sobre o cordão, não necessitando de remoção da escória após a solidificação
  • Menor distorção na junta soldada
  • não há perdas de pontas como no processo eletrodo revestido
  • o tempo total do processo é reduzido em relação a outras técnicas

Origem do processo MIG/MAG

A primeira utilização do processo MIG/MAG foi por volta de 1920, por P. O. Nobel. Ele usou um eletrodo com corrente direta e alterou a voltagem do arco para regular a penetração da solda, mas ainda sem usar nenhum gás para proteção.

O equipamento que usamos hoje começou a ser desenvolvido 20 anos depois, pelos irmãos Hobart. A partir daí, o processo foi se aperfeiçoando até chegar ao modelo atual.

O processo MIG/MAG se tornou viável para soldagem industrial na década de 1950, com a utilização do CO2 e de outras misturas gasosas.

O que é a solda TIG?

O processo de soldagem TIG (Tungstênio Inerte Gás) utiliza um eletrodo não consumível de Tungstênio que é responsável pela geração do arco elétrico, onde a poça de fusão fica protegida por uma atmosfera gasosa 100% inerte ou de misturas ricas em Argônio e/ou Hélio.

A soldagem TIG pode ser utilizada em uniões que requeiram peças de altíssima qualidade e em metais altamente sensíveis à oxidação. Seu uso mais frequente é na soldagem de tubulações metálicas onde o acesso interno é inexistente.

Conheça algumas vantagens do processo de soldagem TIG:

  • alta qualidade do metal de solda 
  • baixo índice de descontinuidades
  • possibilidade de soldagem autógena, sem adição de vareta
  • bom custo-benefício do equipamento

Origem da solda TIG

A história da soldagem TIG é mais antiga do que a da soldagem MIG. Ela começa em meados de 1800, quando Humphry Davy descobriu o arco elétrico, que alguns anos depois viria a ser usado dentro de uma atmosfera inerte.

Em 1930, o Argônio em cilindros começou a ser utilizado para proteger a poça de fusão, e logo depois uma fonte de energia de corrente contínua, protegida pelo gás inerte, passou a ser utilizada. Com o passar dos anos, esse processo foi se aperfeiçoando até chegar ao modelo que conhecemos hoje.

Agora que você já sabe as características de cada um, saiba as diferenças entre os processos de soldagem MIG/MAG e TIG.

Qual é a diferença entre MIG/MAG e TIG?

Os dois processos utilizam um arco elétrico que realiza a união entre materiais metálicos, por meio da fusão e do aquecimento.

Mas, apesar disso, existem algumas diferenças entre os processos de soldagem MIG/MAG e TIG. As principais delas são as configurações das máquinas e os projetos para os quais cada uma é utilizada.

O processo MIG/MAG é indicado para projetos que necessitam de flexibilidade e alta produtividade.

Já a solda TIG é indicada para projetos que necessitam de alta qualidade, em juntas sem acesso interno e com metais mais nobres, pois apresenta maior precisão de soldagem e requer pouco acabamento após o processo. 

Outra diferença entre os processos MIG/MAG e TIG é que no primeiro a alimentação do arame é feita automaticamente pela fonte de soldagem. Já na soldagem TIG, a alimentação da vareta é de forma manual, e a energia do arco é fornecida pelo eletrodo de Tungstênio, pelo qual passa a corrente elétrica.

A forma de utilização também é diferente. Na soldagem MIG/MAG, o soldador utiliza apenas uma das mãos, pois a alimentação do arame é feita pelo acionamento do gatilho da tocha.

Agora, na soldagem TIG, o soldador precisa utilizar as duas mãos – uma para a tocha e outra para realizar a adição da vareta. Às vezes, também é necessário apertar um pedal para controlar a intensidade da corrente do arco elétrico.

 

DIFERENÇAS ENTRE OS PROCESSOS MIG/MAG E TIG
SOLDAGEM MIG/MAG (GMAW)SOLDAGEM TIG (GTAW)
Altas taxas de deposiçãoBaixo índice de descontinuidades
Menor grau de habilidade do soldadorAcesso em apenas um lado da junta soldada
Menor sensibilidade na preparação da junta a ser soldadaPossibilidade de união sem metal de adição
Utiliza apenas uma das mãos (condução da tocha e acionamento do gatilho)Utiliza as duas mãos (deslocamento da tocha e adição da vareta)

 

Qual é o processo mais adequado para você?

As diferenças entre os processos MIG/MAG e TIG fazem com que cada uma seja mais indicada para determinada situação.

Além das características dos projetos, como já explicamos acima, existem outros pontos que precisam ser considerados na hora de escolher tipo ideal de solda:

  • experiência e destreza do soldador
  • prazo para a conclusão do trabalho
  • orçamento para o projeto

Quer utilizar o processo MIG/MAG ou TIG no seu negócio? Fale conosco!

A Messer atua no segmento metal mecânico com tecnologia, fornecimento de gases e suporte técnico para todos os processos ao arco elétrico, além dos processos de corte térmico e a laser.

Confira, a seguir, quais gases comercializamos para soldagens MIG/MAG e TIG.

Gases para solda MIG/MAG

A Messer possui uma ampla linha de gases de proteção que vai desde o tradicional Dióxido de Carbono (CO2) até as misturas ricas em Argônio.

Gases para solda TIG

Já no processo TIG, a nossa linha engloba desde o Argônio puro até misturas contendo Hélio, Nitrogênio e Hidrogênio.

Entre em contato conosco e melhore a produtividade da sua equipe!

Loja Inteligente

A Loja Inteligente Messer é a nossa loja virtual.

Por lá, além de fazer pedidos com a possibilidade de diferentes formas de pagamento, você pode consultar quais cilindros Messer estão em sua posse, atualizar seu cadastro, conferir faturas e boletos, atualizar os níveis do tanque e entrar em contato conosco para atendimento e solicitações de assistência técnica.

Solicite o seu orçamento

Você também pode entrar em contato diretamente com o nosso Centro de Cuidado ao Cliente e solicitar o seu orçamento personalizado.

Centro de Cuidado ao Cliente:

0800 725 4633

cliente@messerbrasil.com

A nossa equipe está pronta para atender às suas demandas, sempre com foco na melhoria contínua.

Buscar

Assine nossa newsletter

Receba notícias exclusivas do nosso time de conteúdo

Categorias

Categorias

Alguma dúvida? Pergunte ao nosso time. Estamos prontos para ajudá-lo!    Contate-nos