Hidrogênio

Home > Produtos > Hidrogênio

Símbolo: H

O hidrogênio é o elemento químico de menor densidade conhecido, tendo a menor massa atômica conhecida. É um gás inflamável, sem cor (incolor), sem odor (inodoro) e insolúvel em água.

Por possuir propriedades distintas, ele não se enquadra claramente em nenhum grupo da tabela periódica, sendo muitas vezes colocado em um grupo separado, por possuir apenas 1 elétron na camada de valência (ou última camada).

O hidrogênio é o mais abundante dentre os elementos químicos, constituindo aproximadamente 75% da massa elementar do Universo. Diversas estrelas são compostas primariamente de hidrogénio em seu estado de plasma.

Na Terra, entretanto, o hidrogénio elementar é relativamente raro, sendo industrialmente produzido a partir de hidrocarbonetos presentes no gás natural, tais como o metano.

O gás hidrogênio foi o primeiro produzido artificialmente, tendo sido formalmente descrito por Philippus Aureolus Theophrastus Bombastus von Hohenheim (também conhecido como Paracelso) por meio da reação química entre metais e ácidos fortes.

No entanto, Paracelso não sabia que o gás produzido por esta reação química era constituído por um novo elemento químico, e, em 1671, Robert Boyle redescobriu a substância, e descreveu a reação entre limalhas de ferro e ácidos diluídos, o que resultava na produção de gás hidrogênio.

Posteriormente, em 1766, Henry Cavendish foi o primeiro a reconhecer o gás hidrogênio como uma discreta substância, ao identificar o gás de uma reação ácido-metal como “ar inflamável" e descobrindo mais profundamente, em 1781, que o gás produz água quando queimado. A ele geralmente é dado o crédito pela sua descoberta como um elemento químico.

Foi somente em 1783 que Antoine Lavoisier deu ao elemento o nome de hidrogênio, derivado do grego “hydro" que significa água, e “genes" que significa gerar, quando este, junto de Laplace, reproduziram a descoberta de Cavendish, onde água é produzida quando hidrogênio é queimado.

O hidrogênio é fornecido em estado líquido ou gasoso, envasado em cilindros, tanques ou por meio de gasodutos.

Aplicações

  • Laboratorial: É um gás portador na cromatografia gasosa e em várias aplicações de instrumentos analíticos.

  • Fibra Ótica: O hidrogênio é usado na fabricação de fibra óptica como um gás de alta pureza, onde, em conjunto com o oxigênio e o hélio, são usados ​​para consolidar os pré-moldes das fibras.

  • Indústria Petroquímica: O hidrogênio é usado em refinarias para remover o enxofre dos produtos petrolíferos (processo chamado de hidrodessulfurização), reduzindo assim as emissões de dióxido de enxofre durante a combustão do combustível e evitando a chuva ácida.

  • Indústria Metalúrgica: É usado em misturas com outros gases, como nitrogênio, para soldagem a arco ou plasma de aços inoxidáveis, para tratamento térmico de metais e como gás protetor para processos de média e alta temperatura.

  • Fabricação de Vidros: Quando misturado com o nitrogênio, cria uma atmosfera redutora sobre o banho de estanho no processo de produção de vidro, evitando que o oxigênio reaja com o estanho.

Informações gerais

Símbolo AtômicoH
Número Atômico1
Série QuímicaNão-metal
Estado NaturalGasoso

Informações técnicas

Massa Atômica1,00 u

Massa Específica0,000 kg/m3

Volume Específico0,00 m3/kg

Peso Molecular2,016 g/mol

Densidade Relativa0,07

Temperatura Crítica-240,2 °C

Ponto de Fusão-259,8 °C

Ponto de Ebulição-252,8 °C

Inflamável?Sim

ToxidezBaixa

Entre em contato com nosso especialista

    Cadastre-se e receba em primeira mão nossas novidades, promoções e lançamentos.

      Alguma dúvida? Pergunte ao nosso time. Estamos prontos para ajudá-lo!    Contate-nos